[ home / board list / overboard / faq / random / create / bans / search / manage / irc ] [ b / meta ]

/brado/ - Canários

A política nada mais é além do cumprimento do dever

Catalog

Nome
E-mail
Assunto
Comentar *
Arquivo *
* = required field[▶ Show post options & limits]
Confused? See the FAQ.
Inserir
(replaces files and can be used instead)
Oekaki
Show oekaki applet
(replaces files and can be used instead)
Options
Senha (For file and post deletion.)

Allowed file types:jpg, jpeg, gif, png, webm, mp4, pdf
Max filesize is 60 MB.
Max image dimensions are 10000 x 10000.
You may upload 3 per post.


File: 1470279939332.png (609,89 KB, 956x500, 239:125, ClipboardImage.png) ImgOps Google

 No.276[Responder]

Postem aqui charts, redpills, obras, artes e afins que tenham alguma relação com o nacionalismo.

Pode existir exceções, contanto que o objetivo seja a edificação do nacionalista.

56 mensagens e 7 respostas com imagem omitidas. Clique em responder para visualizar.

 No.852

File: 1495596148344-0.jpg (213,9 KB, 1055x1600, 211:320, 1495409982402-2.jpg) ImgOps Exif Google

File: 1495596148344-1.jpg (116,74 KB, 638x920, 319:460, 1495409982402-1.jpg) ImgOps Exif Google

File: 1495596148344-2.jpg (251,42 KB, 616x962, 308:481, 1495409982402-0.jpg) ImgOps Exif Google

Conceito de civilização Brasileira - Afonso arinos de mello franco

https://www.pdf-archive.com/2017/05/22/conceito-de-civilizac-o-brasileira/

O problema nacional brasileiro - Alberto Torres

https://www.pdf-archive.com/2017/05/22/o-problema-nacional-brasileiro-alberto-torres/

O Estado Corporativo - Anor Butler Maciel.

https://www.pdf-archive.com/2017/05/22/anor-butler-maciel-o-estado-corporativo/

Preparação ao Nacionalismo - Affonso Arinos de Mello Franco

https://www.pdf-archive.com/2017/05/22/preparac-o-ao-nacionalismo/




File: 1470191838695.png (177,85 KB, 850x400, 17:8, ClipboardImage (4).png) ImgOps Google

 No.47[Responder]

Aqui nós discutiremos as ideias e a base da coisa toda.

Precisamos de um nome e uma base acima de tudo, eu digo que devemos preservar a Educação verdadeira, a união do povo brasileiro, a hombridade e a sede por glória que é natural de todo homem.

Acredito que estejam de acordo com os itens já citados, certo?

Postem mais e vamos discutir.

91 mensagens e 20 respostas com imagem omitidas. Clique em responder para visualizar.

 No.846

>>841

Você será útil com suas opiniões e seu conhecimento.

Além disso, se por acaso for bom em edição de imagens, som, vídeo ou for desenhista, poderá nos ajudar com isso também.




YouTube embed. Click thumbnail to play.

 No.248[Responder]

Anões, peço para que colaborem o máximo possível mas sem deixar que isso chegue aos cancrosos.

Conhecem alguém que pode gostar da coisa? Contem nossas ideias para eles mas sem dizer exatamente quem somospor hora só um bando de anônimos, podem ajudar criando algo? criem.

Podem ajudar sendo voluntários? É só avisar que vocês talvez vão conseguir, precisamos de bons anões com tempo livre.

Also, acho que as regras do SS vão valer aqui também, alguém tem algo contra?

15 mensagens e 1 resposta com imagem omitidas. Clique em responder para visualizar.

 No.840

File: 1495167058256.png (512,13 KB, 785x757, 785:757, 1472936924087.png) ImgOps Google

Se for ligar pra "cancrosos" e esses tipos de merda, vai ser grupinho secreto agora? É justamente por isso que tudo dá errado com o chan, no momento que algo é citado fora do chan todo mundo joga tudo para os ares, isso cria um ponto fraco em tudo, é muito fácil ser atingido assim.




File: 1474931807915.png (146,65 KB, 650x340, 65:34, Manifesto.png) ImgOps Google

 No.719[Responder]

Manifesto

É chegada a hora de criarmos a carta do nosso movimento, será através dela que iremos nos posicionar frente à todos os outros grupos ideológicos e nos apresentaremos para a sociedade. Fundirei tudo em um único documento após as discussões. Vejo que, com determinação, não será 'muito' demorado.

Gostaria de, antes de começar, colocar aqui a definição de manifesto:

>Na literatura, define-se manifesto como um texto de natureza dissertativa e persuasiva, uma declaração pública de princípios e intenções, que objetiva alertar um problema ou fazer a denúncia pública de um problema que está ocorrendo, normalmente de cunho político. O manifesto destina-se a declarar um ponto de vista, denunciar um problema ou convocar uma comunidade para uma determinada ação.

Cito aqui também algumas cartas já existentes (porém não relacionadas ao nosso movimento) que os interessados podem usar como bússola sobre temas a tratar:

>Manifesto Comunista

>Manifesto Integralista (recomendado pela brevidade)

>Constituição Americana (emendas)

Já há fios para reflexões sobre temas variados, sejamos aqui mais diretos e precisos em nossas opiniões e, preferencialmente, utilizemo-nos de fatos/dados para basear tais pontos de vista.

Sendo assim, declaro aberto o fio para a formulação de nossa carta magna. Deixo aqui alguns pontos iniciais (que se intercalam) como sugestão e, se possível, seria interessante discutir cada ponto apresentado um após o outro:

>Os direitos e deveres do estado, além de sugestões para um melhor funcionamento

–Estatais

–Meritocracia & Democracia

–No que o estado DEVE interferir (coloque aqui suas visões sobre aquilo que é público)

–No que o estado NÃO DEVE interferir (leia-se os limites do estado)

–Questões Ambientais

Mensagem muito longa. Clique aqui para ver o texto completo.

29 mensagens e 3 respostas com imagem omitidas. Clique em responder para visualizar.

 No.868

>>867

O Homem

O homem é um ser ímpar, seja por providência divína ou por obra da natureza, ele se distingue de toda a vida na terra em toda a sua grandiosidade. Ao contrário de outros seres, ele não vive somente acorrentado às forças biológicas que guiam a natureza: ele também passa fome, sede e sente raiva como qualquer animal, mas somente o mesmo ter sua necessidade satisfeita e ainda viver insatisfeito.

O homem é único até mesmo entre sí: irmãos podem ser completamente opostos enquanto indivíduos completamente distantes podem se tornar melhores amigos. A humanidade adapta o meio às suas vontades e cria seus próprios parâmetros para sobreviver - Nenhum animal é capaz de entender conceitos como razão, honra, religião, justiça e perdão. - Cabe então ao homem se fazer o Senhor do mundo e administrá-lo com saber e rigor.


 No.869

>>868

A Nação

As nações são a manifestação da singularidade do homem em seu ápice:

ele junta-se em um grupo com história e interesses em comum e dá a este grupo o nome de Estado. O Estado então, baseado em seus interesses e história, delimita uma porção de terra ao qual está disposto a lutar por e declama - Isto é meu e de meus filhos! - para todos os outros homens.

Surge então a nação, fruto do casamento entre o estado e território, com a indentidade dos homens que habitam nela. Cabe ao homem então proteger agora não somente à si e a seus próximos, mas também à nação, que é agora se forma como nada menos que a extensão de sua família.


 No.870

>>868

>>869

São apenas uma introdução ao nosso modo de ver as coisas, curtos e imagino que precisos.

Eu tentei agradar a gregos e troianos neles e tentei fazer parágrafos adocicados, porém não muito prolongados.

Agora me concentrarei nos tópicos que já discutimos, tentarei agora construir textos mais objetivos pois não pode haver muita dúvida sobre eles.

Avaliem os parágrafos que escrevi, se estiverem de ruins, posso refazê-los. Podem parecer inúteis, mas precisamos de uma boa introdução aos leigos.


 No.871

>>869

A Democracia

Historicamente, as decisões eram tomadas levando a opinião de praticamente todo um grupo, com o passar dos séculos e o crescimento das populações humanas, ficou evidente que a chamada 'democracia direta' precisava ser revista pela sua impraticidade nas sociedades modernas, com milhões de indivíduos.

A democracia indireta é o processo atual no qual o povo escolhe seus ditos 'representantes políticos' - que serão aqueles que verdadeiramente tomarão as decisões políticas, teoricamente representando seu eleitorado. Um indivíduo adulto qualquer pode se candidatar a qualquer cargo político e, se agraciado com votos suficientes, poderá ser eleito para ocupar tal cargo e representará então os seus eleitores.

Entretanto, mesmo sobre a ótica na qual todos os homens eleitos são cheios virtude e desejam somente o bem, não se pode afirmar que o sistema atual é seguro. Como a vida política não é para qualquer um, mas deve ser um direito de todos, a segurança vem a partir da certificação da qualidade de possíveis representantes: qualquer pessoa pode se candidatar ao cargo político, desde que antes ela se prove competente para tal.

Tal certificação seria igual para todos os interessados, mas com parâmetros diferentes para cada função, por exemplo, possíveis candidatos a prefeito e a presidente fariam ambos a mesma prova, mas os parâmetros de avaliação seriam muito mais rígidos com o último devido à maior responsabilidade que seu cargo ocupa.

É importante ressaltar que este sistema eleitoral não planeja substituir a democracia por uma tecnocracia. Após a realização de tal prova, os vários candidatos aprovados concorreriam igualmente pelo voto popular como hoje o fazem, mas o povo teria então a garantia de que seus representantes têm a capacidade intelectual e formal necessária para ocupar tal cargo - não abrindo espaço para incompetentes ou aventureiros nas eleições gerais, que são passíveis de grande estrago ao assumir cargos importantes.


 No.872

File: 1497191572751.jpg (60,44 KB, 600x600, 1:1, wake me up inside.jpg) ImgOps Exif Google

>>871

As Armas

O homem, biologicamente, para que pudesse se tornar o ser superior que é hoje, se desfez de todas as armas que tinha como animal. O homem, fatidicamente, não possuí nem garras nem presas, e é comparativamente com seus ancestrais, muito mais fraco fisicamente.

Foi por meio de tais sacríficios, porém, que o homem adquiriu a capacidade intelectual que o fez o senhor deste mundo. Munido de armas de aço, o homem racional torna-se o ser mais perfeito existente - igualmente capaz de avaliar e agir.

Contemporâneamente, ao atingir a maioridade legal, o homem é considerado capaz pela sociedade de portar armas para defender sua nação de agentes maléficos tanto com as força policiais ou armadas. Ao observar tal situação seria estranho imaginar que, ao mesmo homem, não é permitido o uso de armas para defender sua vida, sua familia e sua propriedade - mesmo todas elas sendo integrantes da nação.

Pode-se assim inferir até mesmo que negar o uso de armas ao cidadão comum é um crime em menor escala contra a própria integridade da nação. Entretanto, é saber comum que o porte de armas desregulado pode também ser maléfico à nação - por razões óbvias, não se pode permitir o uso de armas a pessoas criminosas ou incapazes.

A única alternativa é, então, permitir o uso de armas regulamentado ao cidadão comum. Ele se consistiria na criação e utilização de carteiras individuais permitidas ao cidadão para regularizar sua situação frente ao governo no que diz respeito à sua capacidade para utilizar diferentes armas.

O cidadão legalizado precisaria de, em escolas regularizadas, realizar testes clínicos, seguidos de aulas e provas de tiro e disciplina nas categorias desejadas. A partir de sua aprovação, ele estaria apto a comprar e utilizar tais armas, sendo que teria de renovar sua carteira após certo período de tempo, com a possibilidade de perdê-la ao cometer delitos.




File: 1496340470812.jpg (1,45 MB, 2426x2676, 1213:1338, 1496294113288-0.jpg) ImgOps Exif Google

 No.862[Responder]

Boa tarde, nobres anões. Hoje me deparei com um chart que me deixou um pouco incomodado devido sua organização. Nele está contido um cronograma de estudo a até mesmo a listagem de livros que refutam tais obras, essa organização é um fator importante na estruturação da retórica em uma discussão. Existe algo nesse molde em relação ao Nacionalismo? Caso não exista, estão disposto a construir?

 No.863

>estudos e até mesmo


 No.866

Com certeza seria algo bem legal para nos envolvermos, eu me ofereço a ajudar.

Uma coisa que eu gostaria de inferir é que o ponto "refutação" não é lá adequado. Refutar parte do princípio no qual eu provo que X teoria está errada (ou incompleta) ao apontar N erros de lógica dentro da mesma, o que não é o caso alí. Hobbes não fez um livro que combate e refuta o anarquismo, pois ele não se preocupou com refutar pontos apresentados e sim fez toda uma teoria sobre as interações humanas completamente oposta e paralela ao anarquismo, mas não é a mesma coisa que refutá-lo.

(Aliás, creio que o primeiro anarquista foi Bakunin, que nasceu bem depois de Hobbes morrer)

No momento, entretanto, estarei ocupado com o manifesto como prometi, e creio que terei algo daqui a 3 dias se tudo der certo.




File: 1489456729027.jpg (70,44 KB, 428x598, 214:299, 15.jpg) ImgOps Exif Google

 No.796[Responder]

Nova contagem, irmãos.

1-BA

23 mensagens e 1 resposta com imagem omitidas. Clique em responder para visualizar.

 No.855

22 - SC


 No.856

23 - SP.


 No.861

24 - SP


 No.864

25 - SP


 No.865

21-RJ




File: 1495595496703.png (114,82 KB, 498x264, 83:44, ClipboardImage.png) ImgOps Google

 No.850[Responder]

Acabaram de divulgar isso aqui no /b/.

 No.857

Não vai ter graça chutar cachorro morto, então não há muito o que temer. Mas, se foi um de vocês, saiba que uma única raid de paneleiros pode acabar com nosso conteúdo.

Nosso moderador só aparece nos solstícios e equinócios para dar uma bença e ir embora. Não teremos resposta a tempo.


 No.860

http://27chan.org/b/

O 27 voltou e já se mostraram solícitos para com os anões de direita/conservadores. O administrador é dos nossos. Sejam bem-vindos, irmãos. 14/88.




File: 1495922570049.jpg (85,42 KB, 555x800, 111:160, c161904398190822344881379b….jpg) ImgOps Exif Google

 No.858[Responder]

Precisamos difundir o /brado/

É provável que vós possuís conhecimento sobre o que ocorreu no 55. Ainda que as discussões só estejam banidas no /b/, isso mostra que a moderação daquele lugar não é confiável. Este é o ambiente mais aconselhável para desenvolver um movimento com foco nacionalista, mas para que isso ocorra de maneira séria e organizada devemos desenvolver uma maneira de barrar os iludidos com a direita brasileira.

 No.859

Um fio pinado explicando o quê somos de maneira clara, incluindo o quê não somos. - Isso é bem fácil de fazer.

Como nos explicar quem somos? Com o manifesto, sempre. Anteriormente eu disse que o manifesto ficaria parado até que novos amigos viessem e dessem opiniões, vários vieram e ninguém opinou nada sobre os pontos discutidos.

Daqui a 7 dias, estarei fazendo um vestibular no final de semana, daqui a 10 dias, espero estar postando o manifesto do Brado aqui baseado no que foi discutido.




File: 1495163358784.jpg (24,47 KB, 333x333, 1:1, tips fedora.jpg) ImgOps Exif Google

 No.837[Responder]

Cheguei agora. Fiquei curioso a respeito da opinião de vocês sobre uma determinada coisa: é possível ser nacionalista e ainda assim prezar pela liberdade individual PLENA dos seus irmãos de pátria?

 No.848

File: 1495404436567.png (181,56 KB, 800x600, 4:3, can't wake up.png) ImgOps Google

Eu não falo em nome de todos, mas desde sempre eu sou um dos poucos que fala aqui.

Não gosto de usar termos genéricos, mas quero fazer um exemplo compreensível para situar o fascismo e por consequência os movimentos considerados nacionalistas, sendo este aqui um caso.

Num lado distante, temos o "Comunismo" que, em modelo, as pessoas são todas iguais em todos os aspectos.

No fim, a promessa não se cumpriu nunca e acabamos com estados autoritários que não se importavam realmente com as pessoas, que com certeza eram, no máximo, iguais na miséria.

No outro lado oposto, o "Capitalismo", em modelo, promete liberdade e livre iniciativa a todos os indivíduos, sempre.

No fim, a promessa não se cumpriu e temos um oligopólio, em outras palavras, poucas pessoas 'sortudas' acabam por controlar toda a sociedade, em quaisquer campo, sob o estandarte do poder advindo do dinheiro - as outras pessoas têm uma liberdade e livre iniciativa que não passam de miragens.

O Fascismo/movimentos nacionalistas não prometem nem liberdade suprema nem igualdade completa, o grande ponto é que o estado forte e, de certa forma, autoritário, consegue garantir um conjunto de direitos mínimos à população (estes mudam dependendo de quem você perguntar) - na minha visão, o direito ao trabalho e a garantia à satisfação de suas necessidades mais básicas ( já expliquei em algum lugar, provavelmente no fio sobre o manifesto, se quiser, posso explicar aqui novamente).

Isso tudo acima prevê que, por exemplo, haverão impostos, leis, e empresas serão controladas a partir de certo ponto para que não se transformem num oligopólio, como ocorre hoje. Sendo assim, você pode inferir que não, sua liberdade NÃO é plena, pois você não pode se transformar no senhor do planeta e obviamente tem de respeitar as leis.

Paralelamente, pessoas podem abrir empresas, se eleger (até certo ponto, já foi explicado em outro fio), entrar no exército, comprar armas e muito mais, talvez mais do que temos hoje, mas não é liberdade plena e nem nunca será, nem mesmo em promessa.

Mensagem muito longa. Clique aqui para ver o texto completo.



File: 1470191653113.png (127,64 KB, 1440x1008, 10:7, ClipboardImage.png) ImgOps Google

 No.36[Responder][Últimas 50 Mensagens]

Ideias, lemas, uniformes, organização e outros, serão discutidos em outros fios.

141 mensagens e 47 respostas com imagem omitidas. Clique em responder para visualizar.

 No.825

Venho humildemente oferecer minha ajuda, no que puder ajudar com divulgação de cartazes, eu ajudarei, sou do nordeste, vocês são veramente nacionalistas? se sim, têm meu martelo.

Pretendo colar esses cartazes no antro de marxismo onde estudo.


 No.829

>>825

Uma coisa que o Brado é, antes de mais nada, é o nacionalismo, alguns de nós têm obviamente ideias um pouco distintas, mas num geral concordamos que tudo o quê imaginamos está colocandoa nação em primeiro lugar.

Sugiro que leia o fio sobre ideias ou manifesto, que com certeza lhe dirá o quê somos.

Mas, não se infle com esperanças.

Nossas ideias nunca morrerão, mas é bem seguro dizer que o Brado está morto.


 No.843

File: 1495207460416.png (6,76 MB, 2841x3979, 2841:3979, brado.png) ImgOps Google

Fiz uma tentativa de um material para ser usado como divulgação.

Opiniões?


 No.845

>>843

Eu gostei. :3

Por mais que eu seja do tipo que preza pelo minimalismo e por fundos de cores chapadas, achei muito bom, anon.


 No.847

>>843

Com certeza está muito bom, um trabalho de profissional, mas só para usar na internet ou no caso de alguém fazer um cartaz/pôster, que seria um pouco fora da reta.

O modelo antigo acaba sendo superior por, mesmo sendo muito simples, fica melhor (mais barato) quando impresso.




File: 1495033257914.png (3,93 MB, 2000x2500, 4:5, 1477869804804.png) ImgOps Google

 No.834[Responder]

Quem conhece a verdade e não age é um miserável.

O que faremos? Morreremos de uma vez?

Tenho certeza que não sou o único que vem aqui de tempo em tempo para ver se algo mudou.

As únicas pessoas que nos impediram de agir foram nós mesmos, vocês aceitam isso?

E você, moderador, deve ser o maior dos miseráveis e sabe disso.

 No.835

Agora é a hora mais importante para que tudo seja tirado do papel. Se não for aproveitado esse momento é capaz de nunca haver outro. Se dormimos no ponto a esquerda vai acabar com tudo o que vai contra sua ideologia.




File: 1474930795836.jpg (581,63 KB, 1600x1131, 1600:1131, 1420756844457.jpg) ImgOps Exif Google

 No.718[Responder]

Anões do /brado/, venho fazer esse post pois estou incomodado com o andamendo desta board, vi que alguns anões estão se expressando, mas não de forma produtiva, alguns falando coisas muito amplas e que todos sabem até algumas falácias.Estamos também com threads amplas demais, para isso peço que façam as threads mais especificas. Também não podemos usar as ideologias as quais nos baseamos pois já estão caluniadas e vistas com preconceito. Proponho alguns topicos para começarmos com propaganda e a produção de uma nova ideologia com as bases abaixo, claro que qualquer erro ou questionamento podemos discutir.

>o que somos contra

-Ideolôgia marxista

-Ideolôgia liberal econômica

-mercado especulativo

-sionismo(mas devemos manifestar com cautela)

-charlatões (pregadores do centro e da direita)

-tolerancia com os inimigos

>o que somos a favor

-ética baseadas no Brasil de alguns anos atrás

-econômia corporativista

-recuperar significados de palavras destorcidas

-intôlerancia ideologica com o externo em termos de invasão de cultura e marxismo (não agir agressivamente e sim na base dialética)

-regressamento cultural do ano de 1950 e antes, para criarmos novas

-informação livre

-porte e posse de armas

-reformas tributárias

>o que precisamos fazer

-propaganda em sites, canais e páginas de redes socias

-propaganda fisica

-organização de grupos nacionalistas fisicamente

-escolha de um lider ou lideres

>o que precisamos melhorar

-evolução do intelectuo da userbase

-dialética e orátoria

-habilidades de computação gráfica

-argumentação

 No.722

Estava literalmente digitando uma resposta no outro fio quando vi que foi apagado. Bem.

>tolerância com os inimigos

>plural

Sugiro defininir bem UM inimigo. No cenário atual, qualquer movimento que entrar vai basicamente ser inimigo de todos os outros - mas não vai ser inimigo de membros que quiserem entrar.

Movimentos só funcionam quando conseguem focar toda sua força contra uma única direção, então definir um único "tipo" inimigo e atacar ele com todas as forças, e unir todo o resto contra esse inimigo, é essencial.

Para não ficar dançando ao redor do assunto sem produzir nada, como fiz na última vez: "Globalistas" me parece o mais preciso, no nosso caso. "Corruptos" talvez também desse certo.

>o que precisamos fazer

Nós precisamos de estrutura. O movimento ainda está muito amorfo, eventualmente precisaremos definir forma, função, funcionamento, missões e deveres para membros.


 No.723

>>722

Boa anão, assim como mosley fez.

>Nós precisamos de estrutura

Para organizarmos melhor seria necessário fazer um forúm fechado.


 No.730

File: 1475006313841.jpg (400,03 KB, 542x893, 542:893, 1471382676720.jpg) ImgOps Exif Google

>>722

Sou o op do outro fio, perdão por ter apagado antes de sua reposta. Imaginei que o tópico houvesse morrido.

Decidi me ausentar de opinar na board por em quanto para ver o que os anões estão preparando.

Infelizmente discordo de como vem se desejando operar com o movimento.

Existe uma ansiedade muito grande dos anões em estabelecerem suas opções políticas no grupo antes que outros o façam. Recorrendo a tática da convalidação: onde eu digo uma coisa você diz se concorda e daí passa a ser uma "ideias defendidas".

Não há preocupação em formar uma base principiológica que nortearia as ações e intenções do movimento.

Tal formação só seria possível em uma discussão permanentemente em aberto sobre o que caralhos estaríamos fazendo que já não foi feito e o sobre o verdadeiro impacto das ações dos anões na realidade.

O fio servia para fornecer o primeiro consenso legitimo do grupo, e até conseguimos.

O próximo passo era mais complicado e tinha haver com formar a biblioteca do brado.

Mas acabei por me ver falando sozinho e saberia que as ideias plantadas acabariam por levar a board por um caminho diferente do que os fundadores inicialmente pretendiam, o que fatalmente racharia a pequena userbase.

Enfim, vou contribuir com o que puder.

Não quero que este lugar seja só mais uma panelinha política formada a bate-boca de a qual grupo pertence a bandeira do canário.

Sei que é bobo, mas só estou interessado na parte patriota do /brado/.


 No.813

>>722

Acho globalista melhor, já que o nosso diferencial é o nacionalismo. Corrupção é muito clichê.




File: 1488733240943.png (127,64 KB, 1440x1008, 10:7, 1470191653113.png) ImgOps Google

 No.794[Responder]

Qual à carreira dos seus sonhos? Algo que você faz bem, ou pelo menos goste muito. Eu queria ser alguém bastante conhecido, ou pelo menos ser alguém. Queria viajar, comer coisas boas, trabalhar como WebDesigner e indo fazer meu dinheiro assim, pra nos 30 anos acordar com um sol entrando pela janela, ver meu filho brincando no quintal em meio às gramas, uma esposa dedicada me fazendo um café da manhã… Caralho, às vezes eu fico pensando que somos apenas engrenagens, sempre achei que isto de "Hur elite" fosse coisa de esquerdista, com o passar do tempo fui crescendo, tive que entrar no exército aos 18 anos porque vendia latinha pra comprar mistura e tudo me fez sentido. Somos apenas gados numa fazenda, o Estado está lá criando imposto e nada nunca tem retorno algum, ele promete coisas básicas pros bovinos e não cumpre com elas. O Estado nada mais é do que um fazendeiro, os Judeus são as pessoas que compõem o Estado e não dão à mínima pros bovinos, só querem que eles tenham uma educação de merda e nunca chegue à lugar algum porque isto implica em sair das engrenagens e não poder servir mais (((eles))). Este negócio de luta de classes é pescaria, temos que nos unir e acabar com essa "elite" que não deixa ninguém crescer, temos que acabar com à falsa Democracia. O Socialismo/Comunismo nada é mais do que algo criado por esta elite, tudo feito pra você achar que está fazendo "Huur revolução!" e foder uma nação, destruir um povo e no final os Judeus comprarem tudo quando o país estiver na merda, botar seus amiguingosrsrs no poder novamente e escravizar o bovino mais ainda, agora dando um pouco mais de migalhas pra eles acharem que mudou algo. É nessa horas que você cansa de ver seu povo sofrer, nessa hora que você vê seus familiares/amigos trabalhando igual condenado pra rodar uma engrenagem, nessas horas você vê países interferindo na sua economia, matando seu povo e fazendo eles brigarem entre sí, usam nossos soldados como buchas de canhão pra favorecem seus interesses, no final recebem um pouquinho de migalha pra se contentar em "ter salvo à pátria" sem nem saber o que realmente aconteceu. Um dia, alguém vai sair dessas engrenagens, um dia alguém vai fazer outras pessoas saírem dessas engrenagens, um dia alguém vai juntar todas as classes/raças por um interesse, um dia o Brasileiro vai cansar de ser humilhado, um dia vai nascer outro Pedro de Alcântara João Carlos Leopoldo Salvador Bibiano FrancMensagem muito longa. Clique aqui para ver o texto completo.

 No.798

Não quero parecer chato, mas não use palavreado de outros sites aqui, não somos o 55 e nem queremos ser, creio que os outros concordam comigo.

Agora, falando sobre o que você escreveu, cuidado para não ser um neonazista bitolado.

É típico do ser humano criar um tipo de enredo para se sentir parte de algo maior, e então colocamos todos os problemas do mundo sobre o estandarte de um único inimigo o qual se possa lutar contra, e não um grande número de flocos de poder interconectados além do controle de qualquer um.

Podemos ver nacionalistas contra judeus, amigos do Olavo contra árabes e comunistas contra a burguesia, além de americanos contra russos e assim foi e continuará sendo.

Falo isto ciente da maior parte da informação derivadas de fóruns e sites ao estilo do /pol/. Já li o minha luta, a doutrina do fascismo (gosto dele), o livro verde, o manifesto dos sábios…

Digo isso porquê sei que provavelmente a maioria aqui também tem posicionamentos parecidos com o que você disse, e só quero que vocês se lembrem que vocês são bons.

Agora respondendo à sua pergunta, eu queria e continuo querendo virar oficial da aeronáutica, não fui bem na última prova, mas tentarei novamente até não poder mais.

Sou ciente do que são as forças armadas e que você geralmente acaba sendo somente um peão no tabuleiro, mas sou meio romântico e quando leio sobre os antigos do exército também me encho de inspiração.

Gostaria também de ser presidente da república um dia desses.

Atualmente curso engenharia elétrica e não tenho interesse nenhum na área.




File: 1483417244571.png (12,22 KB, 203x255, 203:255, 1470355185028.png) ImgOps Google

 No.776[Responder]

Ainda temos anões com esperam a sua volta?

 No.777

Estou aqui.


 No.778

Estou aqui também.


 No.779

Sim, estou aqui, mas sem esperanças.


 No.790

Estou aqui




File: 1488590469525.jpg (372,34 KB, 1600x1098, 800:549, Monitor Integralista, pág.….JPG) ImgOps Exif Google

 No.786[Responder]

Quem são vocês e o que almejam? Um grupo de discussão apenas online ou pretendem criar um movimento popular?

Pergunto pois já fui fascista por algum tempo. Hoje sou anarquista, mas ainda tenho um pequeno compilado de bandeiras e achei que vocês poderiam se interessar.

Se puderem me dar ao luxo de uma sugestão, o lobo-Guará é um animal muito mais belo e apropriado.

 No.787

File: 1488590942561.jpg (5,58 KB, 195x258, 65:86, Goebbels.jpg) ImgOps Exif Google

Ainda não temos um norte. Dá pra ver um pouco dos nossos ideais no >>47

Em suma, seria um movimento que preze pela união do povo brasileiro e amor pela nossa nação. Se isso tomará um rumo político ou não, só o tempo dirá.

Até agora somos apenas um grupo de patriotas reunidos com o sonho de fazer algo maior. O mínimo é educar o povo e fazer crescer um sentimento de amor pelo país no coração do brasileiro. O máximo é governar a nação.




Deletar Mensagem [ ]
[]
Anterior [1] [2] [3]
| Catalog
[ home / board list / overboard / faq / random / create / bans / search / manage / irc ] [ b / meta ]